Ensino

 

O HC da Unicamp apresenta uma grande heterogeneidade quanto à sua capacidade instalada, incorporação tecnológica e abrangência no atendimento. Considerado um dos mais importantes hospitais universitários do país, a atividade de ensino é uma das principais finalidades do hospital.
 
Cirurgias, exames e pesquisas completam a rotina de um hospital universitário como o HC, que proporciona treinamento e estágio para os alunos de graduação, residentes e pós graduandos em múltiplas áreas das Ciências da Saúde, em Medicina ou em Enfermagem, além de outras profissões correlatadas.
 
Atualmente, são cerca de 670 alunos de Medicina (todos os anos), 161 alunos de Enfermagem, 83 de Fonoaudiologia e 40 de Farmácia que realizam boa parte do treinamento e internato dentro do HC. Além disso, integram a rotina do HC 442 residentes (a 3ª maior do país) e cerca de 500 pós graduandos.
 
Além de ser um referencial na formação e especialização de recursos humanos, detém papel de destaque no desenvolvimento de pesquisa e tecnologia para a área de saúde. No Hc da Unicamp são elaborados e testados novos tratamentos, medicamentos, investigações de enfermidades e novas técnicas de cirurgia.
 
 
Classificado como uma unidade de perfil terciário e quartenário, o HC é capaz de prestar serviços altamente especializados, com qualidade e tecnologia de ponta à população. Garante, também, o suporte técnico necessário aos programas mantidos por diversos Centros de Referência Estaduais ou Regionais e à gestão de sistemas de saúde pública, de alta complexidade e de elevados riscos e custos operacionais.
 
 
Para a Unicamp, o HC possui um perfil assistencial ideal para se desenvolver atividades práticas de todos os anos da formação médica e de enfermagem. A interação dos alunos da medicina e enfermagem se inicia a partir do segundo e terceiro ano e se estende até o fim do curso com o internato médico (medicina). A presença de alunos da medicina no HC acontece o ano inteiro e deverá ser ampliada nos próximos anos com a implementação da reforma curricular do curso da FCM.
 
 
A efetiva prestação de serviços de assistência à população possibilita o constante aprimoramento do atendimento, com a formulação de protocolos técnicos para as diversas patologias, o que garante melhores padrões de eficiência e eficácia, colocados à disposição para a Rede do Sistema Único de Saúde (SUS).