Médico do HC é aceito na Associação Americana de Cirurgia Torácica

(15/10/2012) O cirurgião cardíaco, Orlando Petrucci Jr. do Hospital de Clínicas da Unicamp foi aceito na American Association of Thoracic Surgery (Associação Americana de Cirurgia Torácica - AATS) no último mês. Trata-se da mais respeitada sociedade americana e mundial de cirurgiões cardiotorácicos da qual apenas sete médicos brasileiros, incluindo Petrucci, fazem parte. As ações da instituição são voltadas à educação e ensino de novos cirurgiões do mundo inteiro.
 
Segundo Orlando, apenas 1300 membros são permitidos na composição da sociedade e novas cadeiras são abertas somente quando um dos membros se aposenta aos 70 anos. Para ser aceito, é necessário contar com a recomendação de três cirurgiões, estar envolvido com a área de pesquisa e ensino em cirurgia torácica e possuir produção científica no histórico.
 
Petrucci foi indicado pelos médicos Pirooz Eghtesadby, cirurgião-chefe do St. Louis Children’s Hospital (SLCH). Pelo chefe do Children's Hospital and Healthy System da Universidade de Wisconsin, James Twedell e pelo professor de cirurgia da FAMERP e UNICAMP, Domingo Marcolino Braile. Os cirurgiões americanos Jeffrey Jacobs, professor da Universidade da Flórida que tem o hospital The Congenital Heart Institute of Florida e Marshall Jacobs, diretor Clínico-Cirúrgico da Cleveland Clinic Foundation também enviaram cartas recomendando o médico da Unicamp.
 
Fundada em 1917, a Associação Americana de Cirurgia Torácica - AATS possui representantes de 41 países e promove um congresso anual com premiações e bolsas de estudo em Cirurgia Torácica e Cardiovascular, entre outras atividades de ensino e pesquisa. A instituição, sediada em Beverly, Massachusetts, publica quatro jornais oficiais na área de cirurgia torácica e cardiovascular, inclusive em cirurgia cardíaca pediátrica.
 
Cirurgia Cardíaca no HC - O Hospital de Clínicas recebeu recentemente, três prêmios de Destaque em Transplantes da Secretaria de Estado da Saúde. Um dos prêmios foi destinado ao Serviço de Cirurgia Cardíaca e Cardiologia do hospital pelo maior número de transplantes de coração realizados no interior do estado, no último ano. Para o superintendente do HC, Manoel Barros Bértolo, a boa fase, com o reconhecimento do trabalho feito pelo hospital e seus profissionais, reflete uma preocupação constante com a melhora na qualidade da assistência oferecida. "A expectativa é superar o número histórico de transplantes do ano passado", assegura Petrucci Jr.
 
 
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp
Share/Save