Reportagem para série do Bom Dia Brasil é gravada no HC

(29/082012) No último dia 25 de julho, o repórter Márcio Gomes da TV Globo, gravou imagens com sua equipe no Departamento de Neuroimagem do Hospital de Clínicas da Unicamp e também nas dependências da Faculdade de Educação Física (FEF). A reportagem, que será exibida amanhã (30) a partir das 07h30, fala sobre os benefícios da atividade esportiva para o desenvolvimento cerebral. O estudo pioneiro é coordenado pelo neurologista do HC, Prof. Li Li Min e pela professora da FEF, Dra. Paula Teixeira Fernandes.
 
“Esse estudo aborda uma temática nova na neurociência internacional. Pois até então a atividade física era estudada do ponto de vista vascular e muscular”, conta o neurologista. Para ele, o estudo é uma via de mão-dupla, na qual os efeitos da atividade física no cérebro podem ser estudados e melhor compreendidos.
 
A pesquisa monitora a atividade cerebral dos voluntários durante a prática de atividades esportivas. O grupo é composto por atletas e pessoas sedentárias, que são acompanhadas durante dois meses de treinamento orientado. “Com os resultados obtidos no monitoramento das atividades, podemos mostrar os benefícios da prática dessas atividades para o cérebro”, afirma Paula.
 
Ela explica que não se pode confundir atividade física, que engloba qualquer ação e atividade esportiva, monitorada e com regularidade estabelecida. “O resultado do estudo ajuda a desmistificar a ideia de que a prática de esportes tem como resultado apenas a aparência física”, completa ela.
 
A equipe de reportagem gravou imagens do jornalista jogando badminton na FEF, enquanto era monitorado e depois na sala de ressonância magnética do HC, onde uma bicicleta adaptada foi instalada para realização do estudo. “Nós adaptamos a estrutura de uma bicicleta que pudesse ser acoplada ao aparelho de ressonância. Assim podemos mapear toda a atividade cerebral da pessoa enquanto ela pratica os movimentos”, explica Li Li Min. A bicicleta acoplada ao aparelho de ressonância foi desenvolvida pelo orientando de pós-doutorado, Eduardo Fontes.
 
O estudo relacionado aos efeitos da atividade esportiva no cérebro teve início em 2007 com a publicação do artigo “Can exercise shape your brain? Cortical differences associated with judo practice” (O exercício pode moldar o seu cérebro? Diferenças corticais associadas com a prática de judô). A massa cinzenta do cérebro, relacionada ao controle muscular e percepção sensorial, presente nos oito atletas de judô que participaram do experimento foi consideravelmente maior do que a encontrada no grupo composto por 18 não-atletas.
 
TV Globo
Bom Dia Brasil
Quinta-feira, 30 de Julho às 07h30
Horário alternativo na GloboNews: Quinta às 09 horas.
 
Clique aqui para assistir a reportagem no site do Bom Dia Brasil.
 
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

 

Share/Save