EPTV REALIZA TRANSMISSÃO ESPECIAL DE JORNAL NO HC

(18/03/2009) O Hospital de Clínicas da Unicamp foi o local escolhido nesta quarta-feira (18/03), para transmissão e apresentação integral do Jornal Regional 1ª Edição da EPTV, ancorado pela jornalista Luciane Viegas. A edição especial desta quarta-feira, teve como tema central os transplantes de órgãos e tecidos realizados pelo HC e pelo Hemocentro da Unicamp. Durante os 40 minutos do jornal, o “estúdio” da emissora ficou montado na entrada principal do HC da Unicamp, possibilitando aos usuários e funcionários do hospital o acompanhamento integral do telejornal.

Participaram da edição especial do Jornal Regional 1ª Edição, o coordenador da Organização de Procura de Órgãos - OPO/Unicamp, o neurocirurgião Helder Zambelli, o coordenador do Hemocentro da Unicamp, prof. Cármino de Souza e a paciente Isabella, de 16 anos, portadora de um tipo raro de leucemia e que precisa de um transplante de medula óssea. Os convidados presentes no HC da Unicamp dividiram os três blocos do telejornal com outros links estabelecidos em Campinas e em Holambra. Nestes locais, também estavam personagens entrevistados sobre o tema principal do telejornal.

A ancora do Jornal Regional 1ª Edição abriu o jornal citando a realização do primeiro transplante (Rins) da realizado por médicos da Unicamp na Santa Casa em 1984. Na época, comentou Luciane, a EPTV completava cinco anos de atividade e deu destaque ao procedimento, o primeiro do interior de São Paulo. Esse foi o primeiro link ao vivo da EPTV realizado no Hospital de Clínicas da Unicamp. Para viabilização da transmissão foi necessária a instalação de uma antena rebatedora de sinal da emissora em cima da caixa d’água próxima a FCM. A posição dos hospitais da área da saúde da Unicamp, não possibilita a chegada do sinal da EPTV.

O Hospital de Clínicas da Unicamp já realizou, desde 1984, mais de 4200 transplantes de órgãos e tecidos. Os transplantes de córnea lideram os procedimentos realizados, seguidos dos transplantes de rim/pâncreas, de medula óssea, de fígado e de coração. Dos dez tipos de órgãos e tecidos que podem ser transplantados, o HC da Unicamp não realiza os de intestino, valva cardíaca, ossos e o de pulmões, esse último em fase final de adequação para início ainda em 2009.

Caius Lucilius com Marita Siqueira e Mariana Marciano
Assessoria de Imprensa do HC UNICAMP

 

 

 

 

 

Share/Save