Tomógrafo Multislice 100% operacional

(22/09/2009) O HC finalizou a fase de adequação e treinamento dos profissionais que estão à frente do novo equipamento de tomografia computadorizada com 64 imagens por ciclo (Multislice) do hospital. O equipamento da Toshiba proporciona, em poucos segundos, a melhor resolução de imagem em comparação a qualquer outro equipamento, aquisições com extrema rapidez, redução da dose de radiação aplicada, mais conforto para o paciente e maior variação de angulação da máquina. Um novo multislice 16 canais será adquirido exclusivamente para Urgência e Emergência através de uma emenda orçamentária do Senador Eduardo Suplicy.

De acordo com o professor Nelson Caserta, chefe do departamento de Radiologia da FCM, esse tipo de tomógrafo representa o mais recente avanço na área da medicina diagnóstica e revolucionou o modo pelos quais inúmeras doenças são abordadas. “Áreas que nunca foram adequadamente examinadas por tomografia computadorizada, como o coração, podem ser analisadas pelo multislice permitindo cada vez mais a avaliação não apenas anatômica como também funcional”, comenta.

Além do avanço científico, ressalta Caserta, o equipamento oferece outros benefícios para o paciente, pois tem a capacidade de ajustar a dose de radiação conforme a necessidade e espessura do paciente. Assim, haverá menos radiação em regiões menores do corpo. “Essa é uma grande preocupação em todo o mundo, já que pela sua grande utilidade, exames de tomografia estão cada vez mais sendo indicados e os médicos devem estar continuamente atentos para esse problema. As doses de radiação são cumulativas e os exames devem ser criteriosamente realizados ao longo da vida de cada paciente”, diz o docente.

O Aquilion 64, o tomógrafo top de linha da Toshiba Medical, permite a realização de diagnósticos precoces e, muitas vezes, possibilita até que se realizem medidas preventivas para evitar o desenvolvimento de doenças. o MultiSlice Aquilion realiza, por exemplo, o mapeamento anatômico tridimensional de várias patologias, como as do tórax, abdome, pélvis e cardiovasculares, podendo ser utilizada também para o diagnóstico precoce de algumas lesões como os tumores de intestino grosso e do pulmão.

Entre os vários benefícios do novo tomógrafo está o campo da angiotomografia (tomografia das artérias coronárias). Segundo o professor Otávio Rizzi Coelho, chefe da Cardiologia da FCM, trata-se de um exame que vem ganhando espaço na cardiologia nos últimos três anos por contribuir na identificação de indivíduos que têm maiores probabilidades de sofrer eventos coronarianos, principalmente para o diagnóstico de embolia de pulmão, infecção grave da aorta e suspeita de cardiologia isquêmica. “É fundamentalmente útil na urgência, para doentes do Pronto-Socorro”, explica o cardiologista.

O sistema MultiSlice do Aquilion 64 possibilita visualizar detalhes com mais segurança e fidelidade, assim como tem grande rapidez na aquisição de imagens, obtendo até 160 cortes de 0,5 mm de espessura em apenas um segundo. “Isso significa que se para realizar um estudo normal de pulmão numa tomografia convencional são necessários cerca 30 segundos, enquanto com o Aquilion, o tempo para o mesmo estudo é reduzido para três segundos”, explica Nelson Caserta. Várias doenças podem ser diagnosticadas sem a necessidade de realizar nenhum procedimento que seja agressivo ao paciente.

Com a incorporação do MultiSlice Aquilion 64, o HC se torna um dos poucos hospitais do País dotados de tecnologias de última geração na área diagnóstica e que em breve contará com um sistema PACS (Picture Archiving and Communications Systens) estendido para todos os setores do hospital. Nele, os filmes para circulação de imagens são substituídos pela digitalização, o que representa mais agilidade na disponibilização de imagens do pacientes.

 

Caius Lucilius e Marita Siqueira
Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save