HC da Unicamp comemora 25 anos de atividades

(04/10/2011) O Hospital de Clínicas da Unicamp comemora nesta sexta-feira (07/10) 25 anos de atividades com a marca de 1 milhão de pacientes atendidos. Para marcar a data, um evento especial será realizado com a presença de diversos colaboradores e autoridades que fizeram parte da história da instituição como ex-reitores, ex-superintendentes, ex-funcionários e pacientes que serão homenageados.

Idealizado pelo fundador da Universidade, Zeferino Vaz, o HC é o elo mais visível da cadeia de relações da Unicamp com a sociedade. Em duas décadas e meia, o Hospital de Clínicas realizou mais de 5.000 transplantes de órgãos e tecidos, atendeu pessoas de todo o país e superou a marca de 370 mil cirurgias. Nesse período também passaram pela instituição, mais de 12 mil alunos de graduação de medicina, enfermagem, farmácia e fonoaudiologia.

A história do Hospital de Clínicas está intimamente ligada à Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp, que manteve suas atividades nas dependências da Maternidade de Campinas até 1966. Com a expansão da universidade no início dos anos 70, ficou definido a construção do Hospital das Clínicas e em 1975 é lançada a pedra fundamental do hospital no campus. Entretanto, as atividades da FCM se mantiveram na Santa Casa de Misericórdia de Campinas por 20 anos até a transferência definitiva para a cidade universitária em 1985.

Considerado um dos maiores hospitais gerais do interior do Estado de São Paulo e um centro de excelência médica nacional, o Hospital de Clínicas da Unicamp mantém uma forte atividade de ensino, pesquisa e assistência de qualidade. Esse é o tripé que norteia a missão deste hospital universitário, que cada dia contribui com as ciências da vida. O HC responde por mais de 80% dos procedimentos de alta complexidade da região e é o local de trabalho e aprendizagem de mais de 5000 pessoas entre alunos, residentes, funcionários e docentes.

Pioneiro em alta tecnologia e instalado em uma área construída de aproximadamente 65 mil m², divididos em sete prédios, 403 leitos instalados, uma unidade de Urgência e Emergência Referenciada, um centro cirúrgico geral com 16 salas e um centro cirúrgico ambulatorial com oito salas, o HC da Unicamp reafirma sua posição de ampliar a humanização nas relações com seus pacientes. Ao longo desses anos, este hospital consolidou sua importância como referência nacional para toda a sociedade, sobretudo para a população mais carente. Tudo assegurado pelo SUS.

 

Caius Lucilius

Assessoria de Imprensa do HC Unicamp

Share/Save