CPFL Paulista investe R$ 900 mil em projeto inovador de eficiência energética no HC


A CPFL Energia, por meio do programa CPFL nos Hospitais, investiu R$ 900 mil na implantação de solução de automação para controle da central de água gelada (CAG) do Hospital de Clínicas da Unicamp. A iniciativa tem como objetivo melhorar a sustentabilidade financeira do hospital e da universidade e vai possibilitar uma economia 30% em relação ao consumo atual, o que significa 906,52 MWh de energia, além de evitar a emissão de 55,92 toneladas de CO2 na atmosfera.

O projeto de eficiência energética foi desenvolvido em parceria com Microblau Automação, startup de automação e gestão de infraestrutura que foi participante do CPFL Inova, programa de inovação aberta da companhia para aceleração de startups e scaleups. As primeiras tratativas com a Divisão de Engenharia e Manutenção do HC começaram em 2019.

A cerimônia de formalização foi remota com a participação do presidente da CPFL, do reitor da Unicamp, da coordenadora geral da Universidade, do secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de SP, do superintendente do HC e do secretário de saúde de Campinas.

A solução consiste na alteração do funcionamento dos sistemas de refrigeração de água gelada usados na climatização do prédio do Hospital de Clínicas da Unicamp. Uma plataforma online faz o monitoramento e controle do sistema para garantir ao máximo o rendimento dos equipamentos e auxilia nas manutenções preventivas e corretivas.

O uso de tecnologia embarcada e inteligência artificial no controle da central de água gelada de um hospital possibilita a mitigação de riscos de falhas do sistema, maior eficácia operacional e eficiência energética, já que o sistema opera conforme a demanda e a atuação no ponto ótimo de funcionamento resulta em economia de energia.

A solução é baseada na análise do sistema existente e não é obrigatória a troca dos equipamentos, se estiverem em boas condições. No caso do Hospital de Clínicas, ainda foram trocados os motores de 4 bombas por modelos mais eficientes e instalado um novo painel de energia para segurança do sistema e do hospital.

Com os investimentos, a companhia prevê uma economia equivalente ao consumo de 382 residências, e 99,88 kW de demanda retirada no horário de ponta. Será evitada a emissão de 55,92 toneladas de CO2 na atmosfera – o mesmo que o plantio de 336 novas árvores.

O Programa CPFL nos Hospitais vem destinando recursos para a realização de projetos desde 2019. “Os projetos de eficiência energética têm como foco proporcionar economia de energia e melhorar a gestão financeira de instituições públicas e filantrópicas de saúde situadas nas cidades das áreas de concessão das nossas distribuidoras”, afirma Felipe Henrique Zaia, gerente de Eficiência Energética da CPFL. Acrescenta ainda: “A CPFL iniciará um novo projeto na área da saúde da Unicamp ainda no primeiro semestre de 2021, com investimento previsto de R$ 4,5 milhões em geração fotovoltaica e substituição de iluminação por tecnologia LED.”

Desde outubro de 2019, a CPFL Energia atua em prol da melhoria na saúde pública em toda a sua área de atuação por meio do Programa CPFL nos Hospitais. As iniciativas fazem parte do Programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e ajudam instituições públicas e filantrópicas a reduzirem suas contas de energia.

CPFL nos Hospitais. O programa conta com três frentes de trabalho: ações de eficiência energética, investimento na melhoria dos hospitais e um programa de doação em conta de energia para hospitais. O primeiro pilar de eficiência energética conta com investimento de até R$ 150 milhões nas quatro distribuidoras do grupo CPFL – CPFL Paulista, CPFL Piratininga, CPFL Santa Cruz e RGE atenderá até 200 hospitais.

Já foram concluídas 89 obras, através da instalação usinas fotovoltaicas e substituídas lâmpadas com tecnologia obsoleta por modelos mais eficientes, de LED. Ao final do Programa é esperado que os hospitais economizem aproximadamente R$ 18 milhões por ano em suas contas de energia.

O segundo pilar desse Programa dará continuidade a uma iniciativa conduzida pelo Instituto CPFL. Por meio do PRONON (Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica) e dos Conselhos Municipais do Idoso (CMI), o Instituto CPFL vem investindo na melhoria nas condições dos hospitais. O objetivo desse pilar é ampliar a oferta de serviços e expandir a prestação de serviços médico-assistenciais, apoiar a formação, o treinamento e o aperfeiçoamento de recursos humanos em todos os níveis, e realizar pesquisas clínicas, epidemiológicas, experimentais e socioantropológicas.

Desde 2018, estão em andamento investimentos que somam R$ 4,8 milhões e incluem melhorias nos hospitais do Instituto do Câncer (Fortaleza – CE), Hospital Fornecedores Cana Piracicaba (SP), Hospital Infantil Varela Santiago (Natal – RN), Hospital de Caxias do Sul (RS), Hospital do Câncer de Barretos (SP) e Hospital Comunitário São Peregrino Lazziozi de Veranópolis (RS).

O terceiro pilar do Programa CPFL nos Hospitais permite aos clientes realizar doações para os hospitais por meio da conta de energia. Isso aumenta a arrecadação dos hospitais e Santas Casas, permitindo investimentos na melhoria das condições de atendimento. A CPFL Total – empresa do Grupo CPFL Energia – oferece esse serviço para 84 hospitais nos estados do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Essa iniciativa de doação arrecada, em média, R$ 3,7 milhões por ano, recursos que auxiliam a gestão diária dos hospitais participantes. O objetivo é expandir essa iniciativa em 2021.